8 de mar de 2013

Capítulo 8 – Você é a ultima pessoa com quem eu dormiria.



Talvez não seja nessa vida ainda,
Mas você ainda vai ser a minha vida.
E então a gente vai fugir pro mar,
Eu vou pedir pra namorar,
Você vai me dizer que vai pensar
Mas no fim,
Vai deixar.

(Trecho de “Outra vida” Armandinho)
Hotel Mon Joli Trésor
15h39min
~Joe On
Chegando ao quarto, percebi que a mala de Demi não se encontrava mais lá. Sem pensar duas vezes, peguei a minha mala, fechei a conta e fui até o aeroporto. Chegando lá vi que faltavam apenas 5 minutos para o avião decolar. Comprei uma passagem e fui para o portão de embarque. Ela estava lá, linda, linda. Usava um vestido tomara que caia preto e um cinto de caveira na cintura. Seu cabelo estava preso num coque.
- Pensou que iria se livrar de mim Srta. Lovato? – Cheguei por trás dela, pegando uma mecha solta de seu cabelo.
- Como soube que eu estava aqui? – Assustou-se ela.
- Isso não vem ao caso. Você acha que eu iria ficar sozinho em Nova York? Me poupa, né? – Esnobei.
- E você acha que eu iria ficar em Nova York com você? Me poupa, né? – Ela devolveu.
- Agora você vai ficar comigo sim. Mas em Vegas. – Retruquei.
- Sonha. Você não vai ficar no mesmo hotel que eu.  – Murmurou.
- É lógico que vou. – Falei desafiando ela.
- Não vai não. – Disse.
- Vou sim.
- Não vai.
- Vou.
- VOCÊ NÃO VAI JOSEPH!!
- VOU!
- Você não vai! – Gritou ela agarrando o meu pescoço. Droga! Ela ia me bater de novo. Se eu não fosse tão medroso dava um tapa na cara dela agora. Mas existem leis... – Se você for eu te mato! – Ela disse, subindo em cima de mim. Agarrei as costas dela e fiz menção de chamar os seguranças. Ela agarrou os meus cabelos e puxou. – Eu odeio você! Odeio você! Odeio você! – Ela repetia. Seguranças chegaram correndo e deteram ela. Eles não fizeram nada por que ela se explicou. Pra infelicidade de Demi, eles me deixaram entrar no avião.
- Me desculpa Demi – Falei enquanto entrávamos no avião. Eu não tinha que me desculpar, mas ela estava com ódio da minha cara.
- Se você falar mais uma palavra eu te estrangulo aqui mesmo – Falou ela com a voz chorosa.
Não comentei nada e ela fez questão de sentar bem longe de mim.
A viagem demorou umas duas horas. Logo estávamos pousando no aeroporto de Las Vegas. Demi saiu sem se quer olhar pra minha cara. Ela estava puta de raiva. Mas eu não me importei. Conhecia Demi bem demais. Ela era assim. Sempre foi.
Fomos para o mesmo hotel. Entramos no mesmo taxi. Ela não comentou nada. O hotel estava lotado. Havia apenas uma vaga. Ela também não comentou nada. Mas estava furiosa por dentro. Tomou banho rapidamente e saiu ainda sem falar nada.
~Joe Off
~Demi On
Eu não conseguia nem olhar pra cara daquele idiota. Joseph só serve para me ferrar completamente. Eu não sei a quem puxou. Estava andando pelo centro e entrei em um dos vários cassinos que havia por lá. Coloquei uma moeda na máquina e apostei na sorte. Perdi. Coloquei outra. Perdi de novo. É mais difícil do que eu pensei. Senti uma mão pousar no meu ombro. Me virei, já imaginando quem seria.
- Demi... – Falou Joseph, escondendo a cara.
- Eu não quero falar com você. – Falei.
- Por favor, me desculpa. Eu sei que nunca te digo essas coisas, mas... A gente tá em Las Vegas! Por que não esquecemos todas as brigas só por uma noite? Sem compromisso, sem nada?  - Perguntou ele.
- Joseph, eu... –Comecei. Ele me lançou um olhar que dizia “Vai ser divertido” e eu acabei cedendo – Ta bom. – Seus olhos brilharam – Mas sabe por quê? Por que você é a última pessoa com quem eu dormiria.
- Não vou cismar com isso – Ele disse e depois sorriu.
~Demi Off
~Narradora On

5 Horas depois...


Demi e Joe já estavam no quarto do hotel se agarrando. Estavam completamente bêbados sem consciência de seus atos. Joe e Demi, que sempre se detestaram agora se amavam, por uma noite. Demi acordou no outro dia com a cabeça prestes a explodir. Pegou um copo de água que se encontrava na mesa e um comprimido. Olhou para o dedo. Nele havia um anel. Um anel com dois dados perfeitamente colados no aro. Encontrou um papel em cima da mesa.


- Que diabos é isso? – Murmurou ela, com uma careta. Joe não estava no quarto. Ela foi ao banheiro e então teve uma lembrança da noite passada.

Flashback

Estava numa capela grande. Estavam Joe, uma alemã desconhecida e um tal de Ted que eles haviam conhecido naquela mesma noite. Todos bêbados.
- E você, Demi, aceita casar com Joe? – Perguntou o padre rindo.
- SIMMM! – Ela gritou pulando no pescoço de Joe.
- Agora vocês não querem ir para o quarto? – Continuou o padre.
Eles se dirigiram para fora se arrastando com o “padrinho” e a “madrinha” logo atrás.

Flashback

Demi esfregou os olhos. Não. Isso não podia estar acontecendo... Joseph a enganou!! Ela trocou de roupa rapidamente e desceu, imaginando que Joseph podia ter descido pra tomar café. Iria tirar essa história a limpo.

2 comentários:

  1. OMG... kkkk
    Amei, Ri demais,
    Preciso urgentemente ler o proximo kkk
    Posta Logo,
    Beijos

    ResponderExcluir

Envie um comentário e ganhe um chocolate Wonka :3